sexta-feira, 14 de novembro de 2008

VIDA À DOIS...COMEMORANDO 4 ANOS

Parece que foi ontem, mas já fazem 4 anos, quer dizer vai fazer amanhã 4 anos que estamos "na...morando" juntos.

Meu aniversário de namorido é sábado (15/11), passa muito rápido, ainda me lembro o dia que decidimos dividir o mesmo teto.

Fizemos os cálculos e optamos por esperar mais um ano juntar mais um dinheiro e dai sim comprar o nosso 1º apartamento.
Quando estávamos com o dinheiro na mão, começou a loucura da procura do apartamento ideal, nós cheios de exigências, 1 mês foi o tempo para encontrarmos o bendito, quando botamos o olho nele (no apartamento), decidimos na hora que era aquele. Negociações se estenderam acho que por umas 2 semanas, eu já com os nervos a "flor da pele", com medo de perder o negócio. Mas no fim ficamos com ele.

Depois veio a função reforma, a gente não tinha ideia onde estávamos nos metendo, que dor de cabeça fazer reforma. Contrata pedreiro, compra material, e compra mais material e recompra mais material, e gasta dinheiro, e arranca os cabelos....ufaa. Acho que a função durou uns 6 meses, e olha que a reforma nem era tão grande.

Ainda esperamos um pouquinho para a mudança, nem sei bem por que, acho que estava dando um medinho, afinal eu vinha da casa dos meus pais e ele dos pais dele, a gente estava com um certo receio de como seria nossa vida dali para frente, se agora bancando toda estrutura de uma casa ainda conseguiríamos fazer tudo aquilo que estávamos acostumados.
Até que dia 15/11/04, nesse lindo feriado, decidimos que viríamos de vez, já estava cansando de vir apenas nos finais de semana, e trás mala e volta com mala. Não chega!!!
Então nos mudamos, tínhamos montado no apartamento quarto e cozinha, a sala era tudo emprestado, sofá da sogra mesa de jantar da minha mãe, mesinha do abajur era a caixa de papelão de algum eletrônico (nem me lembro qual), e aos poucos fomos comprando as coisas do jeitinho que queríamos. Não foi do jeito que se vê em revistas de decoração, onde o casal já entra com a casa linda toda montada pelo arquiteto, mas uma coisa posso dizer lembro exatamente das coisas que compramos, da procura, do lugar, desses detalhes todos que fazem a história dos objetos.

E para quem tem medo de juntar os trapinhos eu digo: - casem é maravilhoso.
Claro que eu e o Jorge, já nós conhecíamos muito bem, tivemos uma amizade que foi virando amor, tínhamos os mesmos interesses, gostávamos e gostamos das mesmas coisas...e isso conta muito no dia a dia.
Se um gosta de balada e outro odeia, se um adora viajar e o outro é super caseiro, com o tempo essas diferenças viram atritos.

Nós além de um casal apaixonado, somos companheiros, amigos, apoiamos um ao outro, e para mim é isso que faz perdurar o amor. Ai que romântica.

Mas é verdade, porque no começo a coisa é mais difícil, você entra na relação com suas manias seu costumes, sua educação trazida do convívio de sua família e ele vem da relação e costumes e manias adquiridas junto aos seus familiares, um acha que lugar de TV é na sala outro que não dispensa uma TV no quarto, um que aperta a escova de dente de um jeito o outro já acha que tem que se de outra forma, hummm....é uma loucura, mas com paciência e amor tudo se ajeita, e um vai entendendo que agora está num novo lar e que daqui pra frente a história está começando, onde um tem que entender o jeito do outro e aceitá-lo, procurar aceitá-lo, ou criar um meio termo entre os dois.

Aqui em casa eu sou a desorganização em pessoa e o Jorge é o super organizado, hoje já estamos melhor nesse aspecto, ele já não é mais tão organizado e eu estou procurando organizar a minha desorganização, e assim a gente vai se entendendo, ah as briguinhas por esse tipo de bobagens já não existem mais.

Para mim a vida de casado é ótima, Você chega em casa e tem alguém para conversar, mesmo naqueles dias que você não tem nada para fazer, você não está só sempre da para fazer algo a dois, quando você está deprimida o outro te apoia, tenta de tudo para te agradar. Teria mais um monte de coisas a falar do quanto é boa a vida a dois mas meu post ficaria muito grande então vou parando por aqui.

Uma coisa é certa esses 4 anos foram só o começo, porque espero fazer 50.

Bj

3 comentários:

Leila disse...

Parabéns!!!
Muito bacana teu comentário,é isso mesmo que acontece...
O mais legal é ter paciência um com o outro, e respeito é fundamental!
beijos linda!

Renata - sempreA2 disse...

Com certeza respeito com o outro, com a privacidade do outro, com o espaço do outro. é isso ai.
Vc é casada?
Bjs e ótimo final de semana para vc.

Tudo Para Mulher disse...

RÊ que linda tua história guria!! Fiquei até emocionada e com certeza é isso que eu busco pra mim.
Companheirismo, cumplicidade, amor, amizade...
Um beijo pra ti e um ótimo fim-de-semana com o Jorge ^^