segunda-feira, 10 de novembro de 2008

UM POUCO DE POESIA

Ao perder a ti, tu e eu perdemos.

Eu, porque tu eras o que eu mais amava

E tu, porque eu era o que te amava mais

Contudo, de nós dois, tu perdeste mais do que eu

Porque eu poderia amar a outra como amava a ti

Mas a ti não te amarão como te amava eu.

Poeta Ernesto Cardinal

2 comentários:

Mirella - Blog TPM disse...

Ai que lindo! Adorei, serviu muito pra mim.
Beijo Rê!

Renata - sempreA2 disse...

Também acho lindo esse poema, já o conheço a muitos anos.